Estética e Saúde

O seu mundo de bem-estar

A pele oleosa e a acne são realidades muito associadas à adolescência. Esta associação está completamente errada. É na adolescência que, caso seja o nosso caso, se começam a manifestar os primeiros sinais de oleosidade excessiva na pele e surge a acne, mas isso não quer dizer que passada a adolescência (na nossa vida adulta) não tenhamos de continuar a lidar com estes problemas.

Para combatermos isso, é preciso estarmos informados. Informados acerca de como dominar o problema e ter uma pele mais saudável. Uma das coisas mais importantes a saber é qual ou quais são os ingredientes que melhor ajudam no nosso problema. E este artigo incide sobre um dos principais ingredientes associados ao combate à pele oleosa, que é o ácido salicílico.

O que é o ácido salicílico?

O ácido salicílico é um beta-hidroxiácido conhecido pelas suas propriedades esfoliantes e anti inflamatórias. Beta-hidroxiácidos promovem a produção de colagénio e melhoram o aspeto da pele, por dentro e por fora. O ácido salicílico atua principalmente no combate à inflamação dos tecidos, eliminação de bactérias e fungos e está presente em muitos produtos de cuidado de pele, principalmente se estes forem específicos para pele oleosa, mas também em champôs como por exemplo os champôs anti caspa e para cabelo oleoso.

Como utilizar?

O ácido salicílico encontra-se em diversos produtos de cosmética mas também pode ser comprado em concentrado.

No primeiro caso, deve seguir as instruções do próprio produto.

Já no segundo caso, depende muito da utilização que lhe quiser dar e que objetivos tem com essa utilização. Mas deve sempre ter atenção e não usar uma grande quantidade. Se quiser regenerar a pele do rosto, aplique 3 a 4 gotas num disco de algodão e passe gentilmente no rosto. Deixe atuar durante cerca de 15 minutos para o princípio ativo do ácido salicílico pode reequilibrar o pH da pele e no fim aplique um hidratante adequado ao seu tipo de pele para evitar ficar com a pele sensibilizada e seca.

Benefícios

Pele oleosa

O ácido salicílico tem a capacidade de absorver a oleosidade em excesso na nossa pele sem a deixar seca e desidratada e, graças às suas propriedades anti-inflamatórias, é um ótimo aliado no combate à acne, pois reduz a inflamação por ela provocada sem deixar marcas. Como este é um ingrediente que promove a circulação, acaba por expulsar a sujidade “presa” nos poros deixando-os desobstruídos. Mas não abertos: o ácido salicílico encarrega-se, ainda, de reduzir o tamanho dos mesmos!

Renovação celular

O seu potencial esfoliante promove a eliminação da pele morta e acelera o processo de renovação celular. Com isto, tanto as rugas que teimam em aparecer com o passar do tempo, como cicatrizes e até mesmo estrias, ficam visivelmente reduzidas.

Também é um aliado no combate à psoríase, doença auto-imune que atinge maioritariamente pessoas em idade adulta e com um tipo de pele mais seco. O ácido salicílico ajuda a dissolver as camadas de pele mais espessas e melhorar o aspeto da pele.

Equilíbrio do couro cabeludo

As vantagens deste ingrediente para o nosso couro cabeludo são algumas. Previne e elimina a tão odiada caspa e regula e apazigua o couro cabeludo ao diminuir os sintomas de seborreia e tratar desse problema tão comum que resulta no desconforto e comichão e consequente provocação de feridas e escamação do couro cabeludo.

Tenha atenção!

Apesar de ser um ácido menos agressivo e irritante dos que são utilizados em tratamentos de pele, tal como em todos os ingredientes químicos, há sempre contra indicações:

  • Caso tenha alergia a aspirina (que é composta por ácido salicílico), não deve usar este ingrediente.
  • Durante uma gravidez, consulte antes o seu médico, pois há casos em que o uso de ácido salicílico é completamente desaconselhado.
  • Pessoas com hipersensibilidade cutânea devem evitar a utilização deste ingrediente.

Esperamos que este artigo tenha ajudado a entender a importância deste ingrediente tão presente na maioria dos cosméticos, todos os cuidados que devemos ter e o quão importante é estarmos informados sobre este tipo de assuntos.

Não se esqueça de pedir sempre opinião a um especialista antes de utilizar qualquer tipo de produto, pois nem sempre o que à partida nos parece indicado para nós, pode sê-lo na realidade.

Autor: diamond | Categoria: Corpo, Rosto

Este post foi criado em Sexta-feira, Julho 5th, 2019 às 10:39. Pode seguir as respostas a este post através do endereço RSS 2.0 feed.
Deixe o seu comentário
Trackback a partir do seu site

Deixe o seu comentário