Estética e Saúde

O seu mundo de bem-estar

Estrias Tratamento

O que são?

As estrias são lesões da pele que aparecem no decurso de episódios da vida de carácter hormonal, tais como a puberdade, a gravidez, o aumento de peso e algumas doenças. Sob o efeito das hormonas, os fibroblastos (células fundamentais da pele que fabricam elastina e colagénio) sofrem o desequilíbrio que provoca uma diminuição das fibras colagénicas e elásticas que dão consistência, suporte flexibilidade à pele. Consequentemente, a pele afina-se e as estrias começam a aparecer.

Como é que o aspecto das estrias evolui ao longo do tempo?

Infelizmente a sua evolução nunca é no sentido do desaparecimento e é semelhante a qualquer lesão cicatricial. Há uma fase inicial inflamatória, em que as estrias são ligeiramente planas ou elevadas, com uma cor púrpura, começando rapidamente a alargar e a alongar, passando para uma cor violácea. Na fase seguinte, chamada cicatricial, as estrias vão evoluir para o seu aspecto definitivo: uma atrofia provoca uma depressão cutânea, a epiderme mais fina nessa zona adquire um aspecto branco nacarado mas também pode, muito raramente, pigmentar-se e ficar do tom da pele. Se não forem tratadas, as estrias vão persistir indefinidamente: quanto muito podem diminuir ligeiramente de tamanho e a sua cor pode atenuar-se ligeiramente.

Quais são as zonas do corpo mais afetadas?

Na puberdade, elas surgem nas coxas, anca, seios e nádegas. Durante a gravidez, localizam-se sobretudo na barriga e seios.

Como é que se distribuem?

Na barriga em redor do umbigo, nas coxas e nádegas de forma oblíqua, nos seios orientadas em direção à auréola, no tronco e nas raízes dos braços e pernas são transversais. As estrias são habitualmente simétricas e, na maioria dos casos, perpendiculares ao sentido de maior tensão aquando da distensão provocada por um estado fisiológico (uma gravidez, por exemplo).

Em que circunstâncias podem aparecer?

  • Durante a gravidez: entre 50 a 90% das grávidas (o número varia conforme os estudos) ficam com estrias.
  • Durante a adolescência: afetando tanto raparigas como rapazes, as estrias podem constituir um sinal precoce de puberdade. Ao contrário do que se pensa, as estrias desta idade não estão necessariamente ligadas ao aumento de peso e surgem principalmente nas coxas. São um fenômeno cada vez mais frequente.
  • Devido a obesidade e distúrbios nutricionais: cerca de 10% dos obesos têm estrias e elas surgem também em casos de desnutrição intensa.
  • Devido a doenças endócrinas e tratamentos com corticóides: as estrias aparecem em 60% dos doentes que sofrem da doença de Cushing e nas pessoas submetidas a tratamentos continuados com corticóides. Nestes casos surgem sobretudo no troco, nas pregas axilares e na raiz dos membros superiores e inferiores, são horizontais, de cor púrpura e com cerca de 1cm de largura.

estrias-na-gravidez

É possível prever o seu aparecimento?

Em geral elas aparecem de repente e sem aviso, por isso a prevenção é fundamental, sobretudo durante a gravidez.

Qual é o período da gravidez mais propenso ao seu aparecimento?

Elas surgem, na maioria das vezes, a partir do 4º mês de gravidez, mas é no decurso do 7º ou 8º mês que a pele está mais frágil. No entanto, elas também podem aparecer depois do parto, por isso convém prosseguir a aplicação do tratamento anti-estrias durante alguns meses após o nascimento do bebé.

Podem ser tratadas e eliminadas definitivamente?

Para começar, convém saber que, se não forem tratadas, não há a mínima hipótese de elas desaparecerem espontaneamente. A estria nunca desaparece completamente, embora a sua cor possa ir clareando até ao branco nacarado e, com a ajuda de tratamentos dermatológicos específicos, a sua largura, profundidade e cor possam diminuir, tornando-as menos visíveis.

Ao fim de quanto tempo se começam a ver resultados com um tratamento cosmético?

É imperativo seguir o tratamento durante pelo menos 6 a 8 semanas, massajando cuidadosamente o produto na área afetada. Os primeiros resultados começam a notar-se entre o 21º e o 25º dia* de tratamento assíduo.

co2 fracionado em estrias

Cosméticos e produtos para atenuar/eliminar estrias:

Tummy Rub Stretch Mark Butter é um produto especialmente desenhado para incrementar a elasticidade cutânea, ideal para prevenir o aparecimento de estrias durante a gravidez e quando reduz de peso.

Goodbye Stretch Marks minimiza as velhas e as novas estrias da gravidez, crescimento, aumento de peso, levantamento de pesos ou cirurgias plásticas. Pode ser aplicado durante a gravidez e na fase de amamentação.

Dermaroller é um aparelho cilindrico, cheio de micro agulhas que realiza um estímulo mecânico à produção de colagenio, que provocam micro lesões da pele.

Dermaroller

Plano de tratamento:

Limpar a zona a tratar;

Aplicar o Dermaroller (0,5mm máximo 1,5mm)  1/2 vezes por semana;

Deslizar o dispositivo seguindo as quatro direcções espaciais: Horizontal, vertical e as duas diagonais, desenhando uma estrela (6/8 vezes em cada direcção);

Dermaroller

Aplicar o creme de tratamento consoante a zona que pretende tratar (exemplo: Goodbye Stretch Marks).

Deve renovar o seu Dermaroller de 6 em 6 meses. Não deve aplicar o Dermaroller em feridas, pele queimada, herpes, acne ativo, inflamação da pele, se está grávida ou a amamentar, se é uma pessoa propensa a quelóides ou tem diabetes. Se possível antes de iniciar este tratamento consulte uma esteticista credenciada ou um médico.

Dermaroller Estrias Antes e Depois

Onde comprar estes produtos (Clique nos nomes para ir parar ao endereço):

Tummy Rub Stretch Mark Butter  – Ajuda a prevenir as estrias.

Goodbye Stretch Marks – Elimina e atenua as estrias.

Dermaroller (Leia atentamente as instruções do site)

 

Autor: Emy Tamada | Categoria: Corpo

Este post foi criado em Sexta-feira, Maio 31st, 2013 às 10:09. Pode seguir as respostas a este post através do endereço RSS 2.0 feed.
Deixe o seu comentário
Trackback a partir do seu site

Deixe o seu comentário

Publipt! Clique Aqui!