Estética e Saúde

O seu mundo de bem-estar
16
Jul 09

Talassoterapia

A Talassoterapia é um método terapêutico que se baseia na utilização do meio marinho (água do mar, algas, entre outras) e do clima marinho como agente terapêutico. É totalmente natural, a água capta-se longe da praia e, posteriormente, é depurada e esterilizada para garantir a ausência de agentes patogénicos antes da sua aplicação em diferentes tratamentos.

O nome de talassoterapia provém do grego Thalasso (mar) e Therapeia (Terapia).

Jorros de água do mar

Jorros de água do mar

A Talassoterapia está indicada em inúmeros processos patológicos, entre os quais devemos destacar:

  • Factor Analgésico, produzindo uma diminuição da dor de uma forma generalizada, mas também em zonas concretas;
  • Está indicada em processos crónicos, ou agudos, do aparelho locomotor, como reumatismos crónicos, osteoporose e patologias da coluna vertebral;
  • Ao nível do sistema circulatório;
  • Em patologias do sistema respiratório. Indicado para processos asmáticos e faringites;
  • Em patologias do aparelho locomotor sistema músculo-esquelético;
  • A nível dermatológico, indicado para a psoríase;
  • A nível ginecológico, em problemas de menopausa e puberdade.

No entanto, a talassoterapia não é só indicada para processos físicos. Uma das principais indicações deste método terapêutico está relacionada com relaxamento, problemas de stress, depressões, insónias e fadiga.

No campo da estética, a talassoterapia vai melhorar os tecidos, combate a flacidez, a celulite e previne o envelhecimento cutâneo.

As contra-indicações da aplicação de talassoterapia estão relacionadas com patologias infecciosas, alérgicas, cardio-respiratórias, hipertiroidismo e com outras situações quando indicadas por um médico.

Exemplo de uso da água do mar na Talassoterapia

Exemplo de uso da água do mar na Talassoterapia

Autor: Emy Tamada | Categoria: Talassoterapia

Este post foi criado em Quinta-feira, Julho 16th, 2009 às 23:57. Pode seguir as respostas a este post através do endereço RSS 2.0 feed.
Deixe o seu comentário
Trackback a partir do seu site

Existem 2 comentários a este post:

Emy Tamada
Julho 12th, 2012 at 11:56

Boa tarde,

Que tipo de informações complementares procura?

rosalina
Julho 1st, 2012 at 00:15

solicito informaçoes complementares sobre talassoterapia

Deixe o seu comentário

Publipt! Clique Aqui!